Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

docarlos

docarlos

19.08.19

OS DERROTADOS


docarlos.blogs.sapo.pt

Como afirmei em diversas publicações nas redes sociais, a greve dos motoristas de matérias perigosas, revelou—se indolor para quem, em princípio, deveria ter sofrido cortes nos lucros, pois se é verdade que uma greve faz mossa nos próprios trabalhadores, que não ganham, faz muito mais nos lucros do patronato.

Ora esta greve, hoje terminada, e, devido ao alarmismo, acabou por não causar qualquer transtorno ao país, provocando até, a venda antecipada de milhões de litros de combustível, levando até ao açambarcamento, o que, encheu os bolsos a todos os que negoceiam com combustíveis.
Portanto, foi uma "greve" que não merece esse nome. Calculada ao milímetro pelo patronato, fantoches traidores sindicais, governo e toda a direita, saindo derrotados os motoristas e toda a esquerda que não alinhou com a mesma, porque a que alinhou, a extrema esquerda, deve estar agora a roer as unhas, ruminando a maneira de empurrar as culpas para cima dos sindicatos de classe que não alinharam, do PCP e, de todos os democratas.
Devo apenas acrescentar, que estou solidário com a luta por melhores condições, incluindo a salarial, de TODOS os motoristas e, apontar o dedo ao governo, por abrir o caminho à repressão das lutas dos trabalhadores.
Está greve, derrotou todos os trabalhadores do país, não só pela sua nulidade, como pelas consequências que daí virão.