Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

docarlos

docarlos

06.02.16

CONFUSÃO INDUZIDA


docarlos.blogs.sapo.pt

                            Está em marcha uma ofensiva contra o OE, após a derrota, mais uma, da direita revanchista, que tudo fez para impedir um orçamento que começasse a repôr a justiça, depois de 4 anos de desgraça económica, em que os únicos beneficiários foram os bancos e os meios financeiros internacionais. Agora, o ataque incide sobre a austeridade, que apelidam de esquerda. Na verdade e, aparentemente, o Estado está a dar com uma mão e a tirar com a outra dando no IRS e tirando nos impostos indirectos. Só que, esquecem, ignoram ou têm má fé, os dectratores que agora falam, de que diminuindo os descontos nos impostos directos, cresce o poder de rotação do dinheiro, obrigando ao investimento, mesmo que depois, ele desapareça nos indirectos. O investimento, cria emprego e com ele, mais dinheiro entra na economia. Claro, que isto tem de vir acompanhado de uma politica de importações, que não ponham em causa a produção nacional.
                           É evidente, que o OE não é o ideal nem sequer igual ao primeiro que foi mandado a Bruxelas e que, o Governo cedeu ao capital internacional, quando não o deveria ter feito, mas mesmo assim, é o posivel, dentro das condições criadas pelo governo anterior e mesmo pelos governos PSs. Vamos andando devagarinho, para não destruir a aliança à esquerda.