Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

docarlos



Domingo, 18.11.18

BLOCO`s

As novas classes sociais, constituídas essencialmente por assalariados, proletários portanto, que usufruem de rendimentos médios q. b. para terem acesso aos modernos bens de consumo, incluindo habitação, seguros de saúde e pagamento de créditos, têm seguido invariavelmente as mesmas opções em diversos países da Europa: agruparem—se em organizações políticas sem horizontes sociais, seja, sem terem em vista uma nova sociedade. Para elas, para estas massas imensas, em geral ligadas aos serviços, directa ou indiretamente, que servem uma indústria quase não produtiva ou, que produz para o imediato, como é o caso do Turismo e transportes, não interessa futuro, mas o dia—a—dia. A demonstra—lo, estão as suas propostas politico/economicas, como a liberalização das drogas, ou a legalização da prostituição; o estabelecimento de impostos directamente virados para a prevalência do capitalismo, o radicalismo sobre problemas culturais, impossíveis de levar avante, como o caso das touradas, etc., etc.

Mas esta gente, estes proletários, são o futuro, não havendo como negá—lo. São portanto, urgentes medidas do campo revolucionário para trabalhar em conjunto e fazer mudar a sociedade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por docarlos.blogs.sapo.pt às 22:39


14 comentários

De Tudo Mesmo a 18.11.2018 às 22:17

A sociedade não vai mudar a sua forma de estar, porque irão haver sempre " Entidades " que o não permitem. Mais volta, ou não e fica tudo na mesma.
Podem mudar os nomes, mas a realidade mantém-se!

De docarlos.blogs.sapo.pt a 18.11.2018 às 22:45

Ui! A sociedade já mudou por três vezes, porque não ha—de mudar uma quarta? E dentro de cada uma, a mudança é continua, numa soma progressiva até à definitiva.
Só para recordar a última, o que foi a Revolução francesa?

De Tudo Mesmo a 18.11.2018 às 22:49

Não sou assim tão negativa, mas não acredito em "Milagres". A Francesa, já tem uns "anitos", 1789, senão me falha a história. As mudanças que precisamos é de agora. E o "agora" não vai acontecer.
Há um comodismo intrínseco que dificulta a mudança!

De docarlos.blogs.sapo.pt a 18.11.2018 às 22:54

Foi o que eu quis salientar. Existe uma classe média, proletária, acomodada, que é necessário acordar.
Vamos mudar sim, senão corremos o risco de sucumbir como raça humana. Aliás...., o instinto de sobrevivência vai falar mais alto.

De Tudo Mesmo a 18.11.2018 às 23:01

Pois, mas é fácil acordar uma serpente. E explico porque acho que não vai acontecer. Vale o que vale a minha opinião:
1. Políticos por "amor à camisola" não há. Alguns têm lugares em Empresas que lhes garantem uma bela de uma reforma. Fora a que alguns já vão ter quando saírem da Assembleia.
2. Chega à altura das eleições, e já se nota, " Beijinhos" por todos/As e lá vão votar neles/as.
3. Pertencemos à Comunidade Europeia. Alguns gastaram mais do que deviam. Agora pagamos todos/as ou pelo menos alguns. O montante tem que ser pago, custe o que custar.
4. A classe que fez o 25 de Abril já foi... Não há seguidores...

De docarlos.blogs.sapo.pt a 18.11.2018 às 23:10

Quanto aos políticos, não são todos e, todos nós somos políticos, um pouco, mas somos.
Sobre a Europazinha, se nós sairmos, ou qualquer um (veja—se o caso inglês), quem fica, treme mais do que os que saem.

De Tudo Mesmo a 18.11.2018 às 23:18

Para mim, os ingleses vão sair. Com demissões de Ministros, mas vai lá.
Os Ingleses foram inteligentes: mantiveram a moeda deles, aquando da entrada.
Os Portugueses não são unidos. Alguém que faça por mim, eu fico quietinho...
Infelizmente, eu não tenho boa opinião sobre a classe política portuguesa.Lamento ou talvez não, mas canso-me de "beijinhos" e "abraços" pré-eleições.. O pós são sempre divórcios. Cansou-me.

De Albertino Ferreira a 18.11.2018 às 22:33

É, dá que pensar, em lugar de se contrariar o consumo de drogas herdados da história, o esforço vai dirigido para se permitir o consumo de mais drogas

De Tudo Mesmo a 18.11.2018 às 23:03

No meu ponto de vista, a liberalização das drogas não vai aumentar o seu consumo. Quem o quer faz.

De docarlos.blogs.sapo.pt a 18.11.2018 às 23:15

Pois. Também compra TLM quem quer, quem come hambúrguer, quem compre perfumes, quem viagem para as Caraibas, etc.
Sabe o que é "marketing" (outra inglesice)?

De Tudo Mesmo a 18.11.2018 às 23:22

Iremos, quer queiramos ou não, estar sob o domínio dos mais poderosos.
A única forma é para mim: Estabilizar a nossa moeda, fazendo com que houvesse produção, para aumentarmos a venda e assim sucessivamente.
Infelizmente, acho que passamos os meses a contar os "cêntimos" para pagar os juros + empréstimos à CEE:

De Tudo Mesmo a 18.11.2018 às 23:43

FIm. Obrigada pelo debate. Volte sempre ou eu (dado que estou na sua casa).
Boa Noite!

De docarlos.blogs.sapo.pt a 19.11.2018 às 00:28

Sempre bem vinda, Boa Noite!

De Tudo Mesmo a 19.11.2018 às 19:27

Obrigada!
Excelente Semana e bons debates

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930