Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

docarlos

docarlos

27.01.19

UMA SEMANA DEPOIS....


docarlos.blogs.sapo.pt

 Após uma semana, em que não abri a boca ou fiz escritura sobre o assunto, entendo que chegou a hora de dizer algo sobre os acontecimentos do bairro da Jamaica e suas consequências, ou antes, para não dizer muito, será melhor falar sobre as origens dos mesmos.

Temos que recuar aos anos 80, 90 e à primeira década deste século, para lembrar que:

— Na onda dos retornados, vieram a boiar muitos refugiados, por estes intimidados.

— Foram chamados, alienados, muitos imigrantes para a construção da Expo 98 e mais tarde dos Estádios.

— Que aos primeiros, nunca foram facultadas casas, negócios ou trabalho legal, como aos retornados.

— Que para os segundos, quando terminaram as obras, nunca mais houve trabalho.

— Que aos filhos de uns e outros, foram cortadas as "pernas".

— Que os subsídios, tipo SRI, não dão para qualquer vida digna.

— Que o caminho mais rápido para a juventude com tlm's e discotecas, é a droga.

Juntando a tudo isto a lavagem cerebral a que os nossos jovens polícias são sujeitos, é claro que o cacete, por motivos idênticos, bate duas vezes no preto e uma no branco.

A Polícia não é racista, os polícias não são racistas, mas não tenhamos dúvidas: quando actuam em conjunto, tipo grupo organizado, são racistas!

 

 

 

20.01.19

SE EU SOU, TAMBÉM ÉS


docarlos.blogs.sapo.pt

A propósito do já famoso contrato entre a Câmara de Loures e uma empresa em Nome Individual, propriedade de um indivíduo que, por acaso, é familiar indirecto (genro) do Secretário Geral do PCP, tenho que deixar no ar, uma série de perguntas a todos os cidadãos deste país:

— Alguém se lembrou de perguntar ao citado empresário a sua filiação partidária?

— Alguém já parou para pensar, se fosse eticamente repreensivel um empresário ou trabalhador, ser de um partido ou ter familiares em partidos nos lugares chave, não havia quem trabalhasse nos, ou para, instituições públicas?

— Alguém já analisou em termos económicos, quanto deixou a Câmara de Loures de pagar pelo mesmo serviço?

— Alguém já comparou esta situação, as suas vantagens, a outras no género, com desvantagens para o erário público?

— Alguém já tomou noção, de que os pagamentos auferidos por uma empresa por prestação de serviços, não podem ser comparados a salários, mesmo que esta seja em Nome Individual, pois têm de incluir custos de peças de substituição, ou novas, transportes, impostos e salários de diversos pessoas, quando as há?

Tudo serve para atacar, quando não há argumentos!

15.01.19

Modernismos


docarlos.blogs.sapo.pt

                                     
                                    Cada ser, seja macho ou fêmea, tem o seu lugar na natureza; natureza de que fazem parte os sentimentos, pois sem ela eram impossíveis.

                                    Portanto, falar de machismo ou feminismo, querendo a aproximação até à igualdade, sem criar as condições objectivas primárias, será sempre uma utopia. Só uma sociedade sem classes, poderá proporcionar algo em que o Homem e a Mulher tenham, não só direitos e deveres iguais, como pensamentos correspondentes de respeito pelas diferenças.
                                    Basta a condição pró maternidade (gestação, parto e aleitação), para criar uma diferença inultrapassável, que portanto, só a mentalidade criada pela igualdade cultural, pode atenuar, mas  nunca anular. 
                                    As sociedades, têm milhares e anos de História em que as diferenças sempre existiram, o que conferiu a adaptação genética às condições criadas ao longo dos tempos. Por mais que se tente, nunca o homem e a mulher, terão as mesmas aptidões para o trabalho, responsabilidades, ou mesmo outras coisas, a não ser que se mude de condições materiais e, mesmo assim, teremos de esperar muitos milhares de anos, para que ambos os sexos ganhem as aptidões do sexo oposto.

                                    O feminismo, não passa de uma luta inglória, sem sentido prático. Lute-se pela igualdade no trabalho, de deveres e direitos, homens e mulheres e, os nossos descendentes, os que nos irão chamar de Adões e Evas, já se aproximarão......, nalgumas coisas.
                                   Ou será que os Homens querem ter meninos? Será que as Mulheres querem deixar de gostar de Homens?........ CALMA, porque precisamos uns dos outros, como os nossos pais precisaram para cá estarmos e os nossos filhos vão precisar para nos dar netos.

11.01.19

PROCURA—SE A DEMOCRACIA


docarlos.blogs.sapo.pt

Fica bem vincada a posição dos nossos governantes: sobre democracia, nikles!

Elegemos pessoas, que não nos representam em nada (a maioria delas), porque ainda há alguns que o fazem.

As posições do PR e agora do Governo, são completamente anti constitucionais: o primeiro por representar o país na tomada de posse de um neo—fascista e, o segundo, por se recusar a participar na tomada de posse de um Presidente eleito, dum país tradicionalmente afecto a Portugal, onde estão muitos milhares de imigrantes, cujo único "pecado" será ser anti imperialista. 

Creio ser chegada a altura dos Partidos, que têm sustentado o Governo  PS, se imporem, e obrigarem os nossos governantes a cumprir promessas e, sobretudo, a Constituição.

07.01.19

COMEMORAÇÃO


docarlos.blogs.sapo.pt

100 anos (postagens)

É verdade. Este é o 100° Post deste meu blogue e, confesso, nem sei o que hei—de escrever:

Eleições? Corrupção? O avanço da extrema direita? Coletes coloridos? Crédito a crescer? A falta de bebés? Professores sem luz ao fundo do túnel? Os crimes a que os enfermeiros estão a ser levados a cometer? A porcaria das TVs? A fome em África? O ambiente mal tratado?

Chiça!!, uma coisa boa, por favor....

Falemos de amor, de fraternidade. (Mas ainda existe essa coisa?)

Um abraço a todos!!

01.01.19

NÃO VIVER....


docarlos.blogs.sapo.pt

.....um dia de cada vez.

A propósito dos/as derroristas e daqueles que vivem sem esperança, aconselho a que, pelo menos, façam planos a médio prazo, procurem concretizá—los, que novos planos assentes nos primeiros virão.

2018 foi péssimo. O pouco que teve de bom, foi facilmente engolido pelo que teve de mau. Assim, faço votos para que todos tenham um bom 2019 é, que hoje não pensem no dia 2 de Janeiro, mas que pensem no dia 31 de Dezembro.