Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

docarlos



Sábado, 05.12.15

TRAIÇÃO OU NÃO TRAIÇÃO, EIS A QUESTÃO

                        Continua a cair sobre o PCP, o epiteto de traidor aos ideais comunistas: porquê?
                        Os seus militantes, que são o Partido, e não um rebanho de carneiros, e todos aqueles que com o PCP simpatizam, sabem bem, que a politica que está a decorrer de onde se salienta o apoio parlamentar ao governo burguês do PS, não é a defendida pelo Partido, como Comunista, como marxista-leninista. Sabem que se trata de uma maneira de retirar o poder à direita mais revanchista, new liberal, que arrazou o mundo do trabalho, para salvar bancos, aqui, e no estrangeiro. Sabem que vai ser muito dificil, manter o PS dentro de uma estratégia progressista, mais que não seja, pelo seu passado, no entanto, NÃO HAVIA outra forma sob pena de arrazarmos ainda mais Portugal.
                        Por muito que custe, é o mal menor. Muita coisa importante, como a participação no Euro, na UE e na NATO, ficou em stand by, até que, das duas uma: ou o PS faz mesmo uma politica de esquerda, e chega à conclusão que temos de sair e ainda, renegociar a divida; ou então, ser-lhe -há retirado o apoio. Mas entretanto, muita água vai correr debaixo do moinho, e quando tiver de haver eleições, duvido que as duas experiências, dêm um resultado positivo à direita.

                       Camaradas, amigos, não há força para revoluções como estou farto de escrever. Fazê-la agora, é abrir a porta ao fascismo. Atirar o partido para a clandestinidade, é uma politica egoista, oportunistica e abandono do Povo: isso sim, é uma traição aquilo que nos é mais querido......, esse POVO!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por docarlos.blogs.sapo.pt às 10:03


4 comentários

De uniondes peuples a 05.12.2015 às 12:31

Prezado Carlos Alberto Fialho: re-considere essa questão de causa a efeitos. Em jogo não é o contexto da globalidade no Partido Comunista Português, mas essencialmente a sua fracção dirigente que, mesmo como stalinianos, estagnou no absurdo dum dogmatismo com raizes salazarentas.
Renovem o PC de Portugal, enriquecendo-o com dirigentes cultivados; limpem as suas bases desse sectarismo pro-chauviniste de inspiração na << Mocidade Portuguêsa >> salazarengoide. Portugal não é, NEM NUNCA FOI, o << centro do Mundo >>.
Inamovivel o PC cristaliza no ostracismo!!!
Iluminem o Partido Comunista Português de Materialismo Marxista-Leninista !!!
Desde Pornichet ( 44380 ), 05/12/2015 José Rocha da Fonseca.

De docarlos.blogs.sapo.pt a 05.12.2015 às 22:58

Concordo que a renovação tem que ser feita, aliás, exige-se que seja, continuamente, para que em qualquer momento, hajam militantes capazes de assumir a direcção. O que não concordo, é que se julgue gente que tudo dão a este povo. Nåo havia alternativa viavel, como secalhar houve na Grécia, e que o KKE deixou escapar, graças ao seu sectarismo.

De uniondes peuples a 08.12.2015 às 18:35

Prezado Carlos Alberto, boa noite.
41 anos decorridos jà e uma constante uniformidade !...
Serà que agurdam que a hecatombe do presente dure o mesmo tempo da ditadura salazarenga?
O sangue fervilha-me ...
... Preferivel enviar-lhe as melhores saudações.
Pornichet ( 44380 ), aos 08/12/2015 José Rocha da Fonseca.

De docarlos.blogs.sapo.pt a 08.12.2015 às 22:17

A actual hecatombe, não se pode comparar aos 48 anos salazarentos, apesar do perigo que sempre representa.
Se a UE, foi e é um entrave aos PCs; foi uma maneira da Europa capitalista travar o avanço das revoluções, especialmente para Portugal; a verdade é que também o é para um fascismo declarado, apesar de todo o avanço da Direita. Os principais países da Europa, já têm uma experiência muito negra e, um fascismo brutal, será abrir a porta a revolução.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031