Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

docarlos



Sábado, 09.01.16

O FINÓRIO CALCETEIRO

                           Conforme vai passando o tempo, vai vindo à tona a verdadeira face do candidato Marcelo Rebelo de Sousa. De paleio afinado, com papel de embrulho democratico, andou anos a fio a preparar o terreno nas televisões. Sempre atacando ou defendendo, nunca teve contraditório. Treinou, treinou, ganhou simpatias, mas nunca lhe passou pela cabeça (de melão - com todo o respeito que tenho pelo dito fruto), que os telhados são de vidro e o verniz estala ao mais pequeno uso dos sapatos doutorados.
                           O resultado, está à vista. Nem os anos de politico, de prof universitário, de estudo?! politico, ou de visitas à Festa do Avante, chegam para o debate politico, para o debate sobre as situações concretas. Marcelo, vai perdendo simpatia, apoios, percentagens nas sondagens, até à queda final.

                           No entanto, ainda falta o mais importante: a esquerda se preparar para conquistar a PR.
                           Marisa Martins, no debate com Edgar Silva, caíu na ratoeira da entrevista sobre a Coreia do Norte, pondo-se claramente ao lado do imperialismo, não dando hipótese ao candidato comunista, de fundamentar a sua posição: porquê? Será mesmo esse o pensamento da deputada europeia? Se é, então cometeu um erro que abala toda a esquerda. É que a resposta de Edgar, tanto serve para a Coreia do Norte, como do Sul, os EUA ou a Arábia Saudita. Ao PR, cabe se certificar de que Portugal, à luz da CRP, deve manter relações de amizade, económicas e culturais com TODOS os povos, independentemente da politica exercida pelos seus governos.
                           Já com a questão do OE rectificativo, também se espécula, mas aí, Edgar já pode explicar, fazendo ver que seria inutil, estar a negar a sua assinatura, pois mais tarde, teria de passar pelo vexame de ser obrigado a assinar, e, além disso, o documento, tem a ver com 2015 e o Governo anterior, e não com o Governo de António Costa. Depois de cometido o erro não integrar o BANIF na CGD, não havia outra solução.

                           Com a direita e os seus OCS, não se pode contar, tal como com alguns idiotas que por lá andam candidatados. Urge, um alinhamento mais sério, entre os candidatos da esquerda, para que o finório calceteiro, seja obrigado a ir a uma segunda volta, porque aí, será derrotado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por docarlos.blogs.sapo.pt às 18:40



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31