Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

docarlos



Sexta-feira, 11.12.15

MARXISTAS....., PRECISAM-SE!

                        Ainda na onda da postagem anterior, venho lembrar que tenho uma visão muito própria da situação do mundo do trabalho, movimentações de massas e do Capital, como já tenho vindo a escrever a alguns anos. Há muito, que após análise atrás de análise, que considero marxista, cheguei à conclusão de que, estando o mundo dividido em países, não se pode fazer valer uma revolução global, apesar de o Capital, parecer estar globalizado. Sim, parecer, porque só e apenas o sistema bancário, consegue unir as diversas pontas espalhadas pelo mundo e, este, que eu saiba, não gera riqueza, não produz bens de uso, dependendo sim, do velho e único realizador de riqueza: a produção. O mundo financeiro, somente se alimenta do trabalho não pago do mundo produtivo, não acrescentando qualquer valor ao dinheiro.

                       Portanto, duas conclusões se podem tirar:
                       Uma, que não havendo um inimigo comum globalizado, proprietário absoluto dos meios de produção, pois estão localizados nos países ricos e os meios produtivos, noutros, pobres, dependentes e que não existe uma organização internacional marxista.......
                      E outra, que os países onde estão localizadas as sedes do Capital, são aqueles que já não têm classe operária que os sustentem, vivendo à custa dos produtores longíquos.

                      Assim, sitios diferentes, revoluções diferentes.
                      Daí, o meu post anterior, recomendar para Portugal, uma ofensiva capitalista, de cariz mais social, que para isso terá de ser controlado pelos sectores marxistas. Uma ofensiva executada por juventude, aproveitando a habitual generosidade desta faixa etária, a quem, como é evidente, não podem ser dadas redeas largas, e que crie no seu seio, uma classe operária mais massiva, capaz de então, levar a cabo uma revolução socialista.
                      Isto, porque a Europa deixou fugir a sua oportunidade nos anos 60s e 70s, aquando o boom industrial, muito por culpa dos PCs originais e da falta de apoio revolucionário de Moscovo, que entretanto, já tinha uma linha reformista em direccção ao regresso ao capitalismo. Agora?!, toda a Europa, tem de voltar a crescer, a produzir para si, sem depender da Ásia ou da América Latina ou ainda de África.
                       Nenhum país, será capaz de sobreviver dignamente, num mundo moderno, isolado no socialismo, e Portugal não é excepção. Se esperarmos para uma revolução global, equivale a esperarmos que as galinhas tenham dentes.
                       Isto é estalinismo? Aliás...., nem reconheço o termo. Estaline, limitou-se a continuar a obra prática da revolução de Outubro iniciada por Lenine, tendo por filosofia o marxismo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por docarlos.blogs.sapo.pt às 20:40



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031